Participe do ENEM Challenge – GRATUITO

Olá pessoal!

Teremos um evento gratuito, em comemoração do aniversário da escola WAY IDIOMAS (foi em julho, mas por causa da pandemia, tivemos que prorrogar), com foco no ENEM (linguagens).

Teremos a participação das professoras Cátia Degan, Camila Miranda, Mary Sathler, Gean Carla Pereira e da agente de turismo Klíssia Mafra, do blog Agente por aí, que vai fala como usar a nota do ENEM para estudar fora.

Faça aqui sua inscrição GRATUITA (atenção porque é necessário confirmar em seu e-mail para que você receba o link para cada LIVE).

O que é Inglês Instrumental? Quem precisa disso?

FOTO INTR 2

Olá pessoal! Vamos esclarecer as coisas: inglês instrumental significa que a língua inglesa é o instrumento para a pessoa conseguir determinado objetivo específico, que atenda uma necessidade imediata, então temos inglês instrumental para leitura, provavelmente o mais conhecido, para conversação (por exemplo com foco em uma entrevista ou viagem) e para escrever. A leitura é o objetivo mais rápido de se atingir, e sem dúvida o mais necessário aqui no Brasil, já que os estudantes e profissionais estão em constante contato com textos em inglês.

Existem poucos cursos no mercado direcionados ao inglês instrumental, e como já trabalho com esta modalidade de ensino há mais de 15 anos, então criei um curso, o Way Smart que está fundamentado em aspectos necessários para um aprendizado eficaz. Selecionei pontos importantes no inglês que são essenciais à leitura e interpretação de textos, além das estratégias.

São 08 módulos, com videoaulas e exercícios, além de resolução de provas de Mestrado/Doutorado no último módulo. Cada módulo trata de um componente importante para a leitura.

Quer conhecer a proposta e MÓDULO GRATUITO – COMEÇANDO DO ZERO? CLICAR AQUI

CURSO ONLINE WAY Smart

Assista o vídeo abaixo (que foi feito para o canal Way Idiomas no YouTube). Neste vídeo eu dou dicas importantes para conquistar a aprovação na prova de inglês para o mestrado ou doutorado. Aproveita e se inscreve lá no Canal!

Conhece os GRADED READERS ou LEITURAS SIMPLIFICADAS?

Graded Readers

Os graded readers, leituras simplificadas ou graduadas, são livros didaticamente preparados de acordo com o nível do leitor.

A leitura foi a primeira habilidade que adquiri em inglês, pois sempre gostei de ler em português. O vocabulário aprendido na leitura me ajudou muito a falar inglês mais rápido (que é o que todos queremos, né?)

Confira mais sobre o assunto no vídeo abaixo onde te dou dicas bem simples para começar a ler e não parar mais.

Veja a lista de livros (GRADED READERS) que selecionei no AMAZON.

https://amzn.to/3lXp5L5

https://amzn.to/335KdpS

https://amzn.to/35bAv8m

https://amzn.to/3lSMTji

https://amzn.to/2F64X8T

https://amzn.to/3i2o1n3

https://amzn.to/332EGR6

E se você quer aprender a ler em inglês, clique aqui!

🙂

Expressões com a palavra ‘Deus’

thank-god

Olá! Andei sumida, né?

Neste post vou te falar sobre as expressões que geralmente usamos em inglês com a palavra God, mas primeiro tenho que esclarecer que de acordo com a cultura dos países de língua inglesa, principalmente devido à herança puritana (USA e um pouco do Canadá também), eles são ensinados a não pronunciar o nome de Deus em vão. Eu sei, você vai dizer “mas nos EUA eles usam muito a F— word!” 😀

Então vamos lá! Vou listar da mais comum a menos comum, ok?

God bless you: Deus te abençoe.

For God’s sake: Pelo amor de Deus

God only knows: Só Deus sabe (usado quando a gente não entende uma situação).

It’s in God’s hands: Está nas mãos de Deus

God be willing ou If it’s God’s will (vontade): Se Deus quiser (este não é comum, então consultei teclasap — muito bom!)

God forbid: Deus me livre — o famoso God me free! 🙂

Conhece o nosso e-book Power Up your English – Guia para aprender vocbulário em inglês?

See you soon! 🙂

 

 

O que é inglês instrumental?

Olá pessoal!

Vamos esclarecer as coisas: inglês instrumental significa que a língua inglesa é o instrumento para a pessoa conseguir um objetivo específico,  e atender uma necessidade imediata. Esta área de ensino do inglês faz parte do ESP – English for Specific Purposes, ou seja, inglês com propósitos específicos. A partir do ESP, temos inglês instrumental para leitura, provavelmente o mais conhecido, para conversação (por exemplo com foco em uma entrevista ou viagem) e para escrever.

MÓDULO GRATUITO – CLICAR AQUI 

A leitura é uma das habilidades mais fáceis de ser aprendida, e sem dúvida a mais necessária aqui no Brasil, já que os estudantes e profissionais estão em constante contato com textos em inglês.

Existem poucos cursos no mercado direcionados ao inglês instrumental, e como já trabalho com esta modalidade de ensino há 20 anos, então criei um curso, o Way Smart que está fundamentado em aspectos necessários para um aprendizado eficaz da leitura em inglês. Assim, selecionei componentes linguísticos importantes na aprendizagem de inglês que são essenciais à leitura e interpretação de textos, além das estratégias.

São 08 módulos, com videoaulas e exercícios com respostas, além de resolução de provas de Mestrado/Doutorado no último módulo. Cada módulo trata de um componente importante para a leitura.

Veja no meu vídeo abaixo com  DICAS para resolver a prova de proficiência em inglês!

Time is money: o valor desta frase!

money

Hello!

Pessoal, curtindo férias da sala de aula, resolvi gravar uns vídeos e escrever aqui pra o blog, afinal, eu também relaxo muito por aqui. E a expressão escolhida foi Time is money… você pode até não concordar, mas no vídeo abaixo, eu conto o motivo pelo qual eu concordo tanto com esta frase.

É claro que existem muitas outras, para dizer que não se deve desperdiçar dinheiro:

  • Money doesn’t grow on trees (dinheiro não cresce em árvores).
  • Bread and butter ( teaching is my bread and butter: ensinar é o meu ganha pão).
  • Chip in (fazer uma vaquinha).
  • Squirrel away money (guardar dinheiro, como os esquilos estocam comida)
  • Spend money like water (gastar dinheiro como água).

 

Você sabe o que é um minimal pair?

mercado

No vídeo abaixo eu te conto o que é um minimal pair!

Se você tem dificuldades para pronunciar as palavras no inglês, ou não se sente seguro para conversar por causa da sua pronúncia, aproveite para fazer um curso online comigo.

Uma dica que te dou é a seguinte: escute bastante inglês, em séries, filmes, músicas, Podcasts, mesmo se não estiver entendendo nada, você desta forma acostuma seu ouvido e começa a entender aos poucos, mas se quiser acelerar o processo, escute acompanhando o que está sendo falado. Como? Se for música ou Podcasts, você pode imprimir ou visualizar o script, para acompanhar.

Para compreender bem é necessário também que a pessoa pronuncie bem as palavras. Então, deixo aqui a proposta para o curso Clear.

Um abraço e boas festas! 🙂

Irlanda: o caso do adaptador

ADAPTADOR

Olá! O adaptador é um item indispensável quando viajamos para outro país, principalmente na Europa. Entretanto, ao comprarmos um,  nossa experiência não foi das melhores…

Apenas uma integrante do grupo Intercâmbio Irlanda 2018 tinha um adaptador universal. Eu procurei um para comprar, mas só na Internet, em torno de R$ 85,00, mas não dava tempo (me informaram sobre isto já em cima da hora, confesso que não pensei neste detalhe). Então pensei que lá encontraríamos um adaptador com facilidade, já que ficaríamos em Dublin por um fim de semana, e só depois partiríamos para Cork. Então, já em Dublin, entramos em uma loja para comprar um adaptador universal, custava $25,00 euros :-/ , felizmente, o vendedor nos mostrou um comum, este aí da foto, por $10,00 euros. Compramos! 😀 Logo depois, em uma loja de lembrancinhas, encontrei um por $7,00 euros… :-/

Quando cheguei à Cork, procurei meu adaptador e não encontrei, resolvi perguntar às meninas, que já estavam hospedadas em lugares diferentes, se por acaso, alguém tinha pego o meu por engano. Negativo. Procurei de novo, e achei incrível porque não costumo perder nada, ainda mais um simples adaptador que me custou quase R$ 50,00!

Bom, desisti e procurei outro pra comprar, desta vez encontrei um igual, por $3,00, isso mesmo! Comprei, pois pensei que já era ótimo não ter que gastar mais $10,00.  Mas a história não termina aí. Uma semana depois, descobri a loja Dealz, onde 90% de tudo custa exatamente $1,50 euros, pena que não tinha lembrancinhas (suvenirs) — ouvi dizer que na de Dublin tem uns chaveiros lindos… então dando uma voltinha pela Dealz, encontrei o adaptador por $1,50! Fiquei tão chocada, e pensei que só faltava encontrá-los de graça antes de ir embora!

Bom, uns dois dias antes de partirmos de Cork, Cláudia, uma das intercambistas no grupo, me mandou a foto de dois adaptadores encontrados na gaveta da cômoda, no quarto onde ela estava hospedada, sobrando, esperando alguém para utilizá-los!

E agora o meu adaptador está aqui, bem guardado esperando a próxima viagem. E se você viajar ao Reino Unido ou Irlanda, procure o seu na Dealz, já que o próprio nome da loja diz: negócios (Deals), aliás, um grande negócio! 🙂

Intercâmbio na Irlanda: quanto custa?

20180723_183325 (1).jpg

Hi guys! Long time no see! 😀

Já faz um tempo que não escrevo no blog, mas por um bom motivo: no último mês de julho, participei de um intercâmbio em Cork, na Irlanda. Foi o primeiro intercâmbio do curso Way Idiomas, no total 04 pessoas, e foi o meu segundo, já que havia feito um de espanhol em Santiago/Chile, em 2008.

Bom, foi uma experiência incrível levar os alunos para estudar na Irlanda, e também poder testar a escola, as acomodações, e claro, os cursos na Cork English College.

Primeiro, fomos para Dublin, a capital e passamos o fim de semana lá. Bom, queriamos conhecer a capital, mas se o aluno quiser pode pegar o voo direto para Cork. Depois que chegamos em Cork, começamos a fazer alguns tours pelas cidades vizinhas… e na volta passamos em Amsterdã, mas vou ter que dedicar outros posts à estas andanças porque pretendo falar mais sobre valores neste.

Para começar, viajar para a Europa anda muito caro por causa do Euro, já que o Real tem se desvalorizado muito nos últimos meses, então se você quer mesmo fazer um intercâmbio, te aconselho a começar a se preparar já! A primeira coisa que você deve fazer é pagar pelo curso, que já inclui o material didático e a acomodação e alimentação (segunda a sexta, café da manhã e jantar), e todas as refeições durante o fim de semana. O curso pode ser pago com uma entrada de 30%, e parcelar o restante, ou seja, um total de 1.180,00 euros para Cork. Este valor era para acomodação em host family, mas você pode escolher ficar em um apartamento compartilhado com outros estudantes.

Se você precisar de pegar ônibus, deve gastar entre 15,00 e 20,00 euros por dia– eu gastava 4,60– isto porque o almoço pode custar entre 3,50 e 15,00, depende muito do que vai comer.

Os tours custam em média 20,00 euros, e com a carteira de estudante, você tem descontos que variam entre 2,00 e 5,00 euros. Em outro post, vou contar quais os mais interessantes, mas é claro que a minha opinião, sendo que você pode achar tudo bem legal, né?

Bom, a passagem varia entre 3,500 e 6,000, depende muito da época em que vai viajar, ou a antecedência que é comprada. Como eu mencionei no começo do post, tudo depende do seu planejamento. Para um intercâmbio de 15 dias, somando passeios, alimentação extra e os souvenirs, eu aconselho levar 600,00 euros para não ficar preocupado se vai precisar de dinheiro durante o tempo que estiver fora. Em relação à acomodação, o aluno pode pedir para ficar em um local mais próximo, para economizar o dinheiro do ônibus, eu já tinha feito outras exigências (casa mais nova, sem ácaro, sem animais, e local mais tranquilo), então não queria parecer a “chata”, já que sou bem legal, rsrs.

Por enquanto é isso, espero que tenha ficado animado com a ideia de fazer um intercâmbio. Para mais notícia e fotos e Lives sobre intercâmbios (em breve teremos a opção Canadá), segue a gente lá no Instagram @way_idomas, ou YouTube: Way Idiomas.

See you soon!

 

Como se preparar para uma entrevista em inglês?

INTERVIEW

Confira as dicas e prepare-se para as entrevistas de emprego em inglês!

Para quem planeja trabalhar no exterior, todas as etapas do processo seletivo, para qualquer que seja o cargo, serão em inglês ou no idioma do país almejado. Muitas vezes, em ambas as línguas. Então é preciso estar preparado. Mas o que muitos esquecem é que mesmo no Brasil empresas multinacionais costumam realizar entrevistas e testes em inglês. A segunda língua é fundamental, portanto, não só para quem pensa em morar fora do país, mas também para quem possui objetivos claros de crescimento na carreira.

Como se preparar para uma entrevista em inglês?

  1. Pesquise pelas perguntas e respostas mais usuais
    Apesar de cada empresa realizar um processo seletivo próprio, algumas questões são recorrentes em entrevistas e até seguem um padrão. Conhecê-las torna-se uma grande vantagem. Confira abaixo algumas das perguntas mais comuns:

    – Why did you apply for this job? (Por que você se candidatou a esta vaga?)
    Tell us about yourself (Fale um pouco sobre você)
    Why do you want to find a new job (Por que você está procurando um novo emprego?)
    –  Why should we hire you? (Por que deveríamos contratá-lo(a))
    What are your salary expectations? (Quais são suas expectativas salariais?)

  2. Reúna informações sobre a empresa
    Pesquise sobre a história da organização, seu modelo de negócio, missão, valores… Esteja informado para a entrevista. Uma boa pesquisa, além de gerar confiança, te ajuda a identificar ainda mais mais argumentos para responder a perguntas como “quais foram suas maiores motivações para se candidatar a esta vaga?”
  3. Aprenda o vocabulário específico da sua área de atuação
    Uma comunicação eficiente depende não só da língua que se fala, mas do aspecto cultural que dá significado às palavras. Isso porque muitos termos possuem tanto sentidos literais quanto figurados, dependendo do contexto do uso, principalmente quando se trata do mundo dos negócios e seus jargões corporativos. Então procure pelos termos comuns em inglês na sua área e crie uma lista à qual tenha fácil acesso, para que possa ler frequentemente e aprender o linguajar para a entrevista e, posteriormente, no dia-a-dia do trabalho.
  4. Simule uma entrevista
    Primeiro, revise aquelas perguntas frequentes que mencionamos acima e crie respostas para elas. Depois, grave-as em áudio ou vídeo para que possa assistir/ouvir e aprimorar sua pronúncia ou reformular as respostas. Além de se sentir mais preparado(a) para as perguntas, é uma boa forma de treinar a postura perante a câmera e evitar nervosismo no momento da entrevista.
  5. Fique calmo(a)
    Lembre-se que você se preparou e tem informações valiosas para lidar com os desafios do entrevistador. Está tudo em suas mãos! Essas dicas são exatamente para que você consiga prevêr as principais particularidades da entrevista e saiba exatamente a qual ferramenta recorrer para ser bem sucedido.
  6. Não tenha pressa
    Estruture suas respostas com calma e não tenha medo de fazer pequenas pausas para organizar o pensamento. As questões não devem ser tratadas como algo do qual você deve se livrar rapidamente. Use conectivos como “well…” (bem…) ou “on that subject” (sobre esse assunto) caso precise ganhar algum tempo para organizar sua resposta.
  7. Não tenha medo de pedir para o entrevistador repetir uma pergunta
    Não entendeu o que o entrevistador perguntou? As palavras mágicas são: “Could you repeat the question, please?” (Poderia repetir a pergunta, por favor?). Acredite, vale muito mais usar esse recurso do que acabar dando uma resposta completamente desconexa. Ainda vale utilizar algumas palavras que você tenha entendido da pergunta ao pedir para repetir, assim você mostra que está inteiramente focado(a) na entrevista e que o pedido para repetir não se deve a falta de atenção ou distração.
  8. Use palavras simples
    Na dúvida, menos é menos. Evite palavras rebuscadas ou que você não tenha certeza do significado, principalmente se o seu vocabulário ainda não for muito amplo. Tudo tem seu tempo. Concentre-se em passar a ideia que deseja e ser claro(a) e coerente.Afinal, o objetivo é mostrar que você está apto(a) para a vaga e consegue se comunicar e expressar com êxito em inglês.
  9. Pergunte
    Lembre-se: uma entrevista é feita de duas partes, é uma conversa, então esteja pronto para fazer perguntas e não só respondê-las. Mostrar interesse é essencial para ser considerado um bom candidato. Aqui vão alguns exemplos do que você pode perguntar para o entrevistador:

 

How soon do you expect to make a decision?

How many other candidates will you be interviewing for this position?

Do you have a training and development program?

O importante em uma entrevista em inglês ou em qualquer outro idioma, incluindo a sua língua nativa, é estar preparado(a). Faça sua pesquisa – dica: o Blog da Adzuna é um bom começo 🙂 – e na hora da entrevista, lembre-se: você tem todas as ferramentas de que precisa para ser bem-sucedido, então use-as! Coloque toda informação que reuniu em prática e boa sorte!

Este artigo foi produzido por parceria entre a Adzuna, agregador de vagas de emprego, e o MosaLingua, método de aprendizado de idiomas.

JÁ SEGUE NOSSO INSTAGRAM?

E O CANAL DO YouTube? JÁ É INSCRITO?